sexta-feira, 13 de abril de 2012

Reforço escolar


Para se dar bem...

Aulas de reforço escolar ajudam quem não consegue compreender melhor as aulas na escola

Tamanho da Fonte    Amandda Souza
achristina@jornaldacomunidade.com.br
  Redação Jornal da Comunidade
A melhor época para procurar reforço escolar é agora, para oferecer ao aluno a possibilidade de conseguir boas menções desde o primeiro bimestre. Escolas de reforço afirmam que os alunos sentem a falta de um apoio fora da sala de aula, e estão no mercado para ajudar não só aos que enfrentam dificuldade em acompanhar a escola, como também aos que buscam aprender métodos de estudo, revisão e preparação para provas.

Para  a psicopedagoga Márcia Salviano, falta a profilaxia da parte dos pais, que só se preocupam em procurar o reforço quando a situação é quase irreversível. “Na teoria, o aluno deveria ter um acompanhamento dos pais, mas como eles não podem fazer isso, estamos aqui para dar esse apoio”, explica.

Segundo especialistas, acompanhamento escolar deve ocorrer o ano inteiro

Márcia trabalha na Educ, um centro de apoio pedagógico e reforço escolar em Águas Claras. A professora diz que o objetivo das aulas é completar o ensino dado na escola, de acordo com as necessidades de cada criança. “As maiores dificuldades são básicas. No ensino fundamental, o problema é o português. No ensino médio, o problema está na física e na matemática. Aqui, trabalhamos a base, por isso é necessário um acompanhamento contínuo”, diz Salviano.

Recente no Brasil, a franquia Tutores está no mercado com uma proposta semelhante à da Educ. No bairro desde maio de 2009, a Tutores tem como objetivo melhorar as notas escolares dos alunos, desenvolver suas habilidades de estudo e sua autoconfiança, proporcionando assim, uma maior tranquilidade no  ambiente familiar. “Na filosofia Tutores são dadas dicas e orientações para que a criança ou adolescente tenha método, organização e disciplina para que a atividade de estudo seja prazerosa e produtiva”, explica Juscelino Azevedo, franqueado da Tutores no Distrito Federal.

Para identificar as necessidades de cada aluno, a Tutores aplica uma entrevista detalhada com os pais ou responsável e um teste ao aluno. “Após esse início, as necessidades e dificuldades do aluno são identificadas e resolvidas nas tutorias regulares aplicadas nas aulas”, detalha. Juscelino esclarece que todos aqueles que apresentam notas escolares abaixo da média na escola ou estão, por diversos motivos, dispersos podem recorrer à Tutores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário